Oceano e sustentabilidade – O que esperar de 2022 nas discussões ambientais sobre o oceano

Oceano e sustentabilidade – O que esperar de 2022 nas discussões ambientais sobre o oceano

 

Após a decepção com 2021, que deixou a desejar no quesito debates e tomadas de decisão a respeito da saúde do oceano, 2022 é o ano em que a Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável finalmente estará a todo vapor. Para Peter Thomson, enviado especial do secretário-geral das Nações Unidas para o oceano, 2022 apresenta uma gama de oportunidades para recuperar a saúde dos mares que não deve ser desperdiçada.

 

A One Ocean Summit, realizada em fevereiro, na França, foi um dos indícios disso, sendo considerada o primeiro evento de um “super ano” para o oceano. Com a participação de 40 líderes políticos e organizada pelo presidente da França, Emmanuel Macron, a cúpula foi marcada por discussões globais acerca do combate à pesca ilegal, da descarbonização do setor de navegação e da redução da poluição plástica. Além disso, durante o evento, a UNESCO anunciou planos de aumentar o montante de 20% de solo oceânico já mapeado para 80% até 2030.

 

Outro acontecimento crucial da cúpula foi a Biodiversidade Além da Jurisdição Nacional (BBNJ na sigla em inglês), um órgão que trabalha para formalizar o instrumento juridicamente vinculante que seria responsável por proteger a biodiversidade marinha em áreas oceânicas não governadas. Trata-se de um acordo de comprometimento do mais alto nível político, que figura como uma parte importante das negociações em andamento para estabelecer um Tratado para o Alto Mar.

 

As negociações do tratado serão continuadas oficialmente entre os dias 7 e 18 de março, na Quarta Sessão da Conferência Intergovernamental sobre a BBNJ. O plano é desenvolver o instrumento juridicamente vinculativo o mais rápido possível – potencialmente durante a Assembleia Geral da ONU em setembro.

 

Confira abaixo a lista com os eventos que irão acontecer ainda esse ano e cujos debates devem enfocar a ciência oceânica e sustentabilidade:

 

• Assembleia Ambiental da ONU (UNEA-5.2) 28/02 a 02/03

 

Com reuniões a cada dois anos, a Assembleia Ambiental das Nações Unidas estabelece prioridades para políticas ambientais globais e desenvolve o direito ambiental internacional. Uma das principais pautas do evento tem sido a poluição plástica no mar. Durante uma reunião de assembleias organizada pela Parceria Global sobre Lixo Marinho e pelo Fórum Ciência-Política-Negócios das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente em junho de 2021, muitos participantes concordaram que um tratado juridicamente vinculativo sobre lixo plástico marinho e microplásticos deveria ser introduzido durante a UNEA- 5. Este tratado deve levar em conta todo o ciclo de vida dos plásticos e oferecer soluções e incentivos por meio de assistência técnica e apoio financeiro.

 

O evento está acontecendo em Nairóbi, capital do Quênia, e online.

 

 

• Semana Virtual do 9th Annual World Ocean Summit01/03 a 04/03

 

Na semana virtual do World Ocean Summit de 2022, mais de 100 especialistas da comunidade oceânica global darão atualizações sobre como as indústrias, dos negócios e ciência à sociedade civil, estão caminhando para atingir as metas de 2030. Dividida entre seis partes (navegação, pesca, aquicultura, energia, turismo e plástico), a reunião debaterá tópicos trans-industriais, como finanças oceânicas, governança e soluções restauradoras dos mares.

 

O evento está acontecendo em ambiente virtual.

 

 

• Blue Economy Summit18/03 a 19/03

 

O Blue Economy Summit é um evento organizado por estudantes da Universidade de Duke, nos Estados Unidos. A conferência é a oportunidade de estudantes de todas as disciplinas debaterem sobre as complexidades da economia azul, considerando que usar recursos marinhos para fortalecer as economias e meios de subsistência pode ameaçar comunidades e ambientes cada vez mais vulneráveis. “Mudando a narrativa de extrativista para equitativa” é o tema deste ano.

 

O evento acontecerá na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

 

 

• Our Ocean Palau 202213/04 a 14/04

 

Co-hospedada pela República de Palau, um arquipélago na Oceania, e pelos Estados Unidos, a sétima conferência do Our Ocean busca fazer com que governos, organizações civis e líderes industriais estabeleçam ações concretas a favor da proteção do oceano. Focando em seis Áreas de Ação, os parceiros do evento ao redor do mundo irão identificar soluções para a gestão de recursos marinhos, aumento da resiliência oceânica às mudanças climáticas, bem como para salvaguardar a saúde dos mares para as gerações futuras.

 

O evento acontecerá em Palau.

 

 

• Conferência da ONU sobre Biodiversidade (CBD COP15)25/04 a 08/05 (datas sujeitas à alteração)

 

A Conferência da ONU sobre Biodiversidade é um dos eventos mais aguardados do ano. A primeira parte da CBD COP15 aconteceu em outubro de 2021, onde foi estabelecida uma proposta central denominada “30 até 30”: conservar 30% das áreas terrestres e marítimas da Terra até 2030. Este ano, o evento convocará governos de todo o mundo para estabelecer um novo conjunto de metas para a natureza na próxima década, revisando a implementação de protocolos da Convenção sobre Diversidade Biológica e tendo como um resultado potencial o Acordo de Paris para a natureza.

 

A conferência acontecerá em Kunming, na China.

 

 

• Blue Climate Summit14/05 a 20/05

 

O evento busca acelerar o impacto das ações contra as mudanças climáticas, trazendo conversas de alto nível. Sua localização é estratégica: em meio à Polinésia Francesa, realça a grande vulnerabilidade das ilhas do Pacífico aos efeitos das mudanças climáticas, ainda que estas quase não contribuam com as emissões de gases de efeito estufa (GEE).

 

 

• Conferência dos Oceanos da ONU27/06 a 01/07

 

A Conferência dos Oceanos já está demarcada como um dos maiores momentos do oceano do ano. O evento tem como propósito ampliar a inovação científica, buscando soluções que incluam tecnologia azul e o uso eficiente de recursos marinhos. O debate será acerca das ameaças à saúde do oceano, desde a acidificação e poluição das águas salgadas até a pesca ilegal e a perda de biodiversidade.

 

A conferência acontecerá em Lisboa, capital de Portugal.

 

 

• COP277/11 a 18/11

 

Durante a COP26, o Pacto Climático de Glasgow reconheceu o oceano sob a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC). Embora os mares não tenham tido a atenção esperada durante o evento de 2021, ainda assim foram uma parte importante dos resultados da COP26, que propôs diálogos anuais a fim de fortalecer as ações oceânicas. Tais diálogos devem acontecer antes da COP deste ano. Também espera-se que a COP27 seja mais “azul”, integrando a ação oceânica em todos os níveis de negociações.

 

O evento acontecerá em Sharm El-Sheikh, no Egito.

 

 

• Conferência Internacional sobre Biodiversidade Marinha01/12 a 03/12

Fechando o ano com chave de ouro, teremos a Conferência Internacional sobre Biodiversidade Marinha – conferência que reunirá os principais cientistas acadêmicos, pesquisadores e estudiosos, a fim de promover um intercâmbio dinâmico de inovações intelectuais, descobertas científicas recentes e oportunidades e desafios gerais nos campos relacionados à biodiversidade marinha.O evento pode destacar meios científicos para complementar o tão esperado Tratado para o Alto Mar.

 

A conferência acontecerá em Auckland, na Nova Zelândia.

 

 

© Copyright 2021 Grupo Economia do Mar