Aprovado pelo MINFRA o Plano Nacional de Logística 2035

Escrito por 

Publicado em 29/10/2021. Última atualização: 29/10/2021.

Aprovado pelo MINFRA o Plano Nacional de Logística 2035Imagem de Alexandre Gonçalves da Rocha por Pixabay 

 

 

Aprovado pelo Comitê Estratégico de Governança do Ministério da Infraestrutura em 15 de outubro último, o Plano Nacional de Logística 2035 (PNL 2035) prevê investimentos da ordem de R$ 730 bilhões em infraestrutura de transportes no país pelos próximos 15 anos. Para a cabotagem, é esperado um incremento de até 15% na participação na matriz de transportes do país.

O Plano Nacional de Logística 2035 (PNL 2035), elaborado pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL) em parceria com o Ministério da Infraestrutura (MINFRA) e aprovado pelo Comitê Estratégico desse Ministério em 15 de agosto último, é um instrumento essencial ao planejamento de transportes do país, e que tem por objetivo identificar as necessidades e oportunidades atuais e futuras do sistema de transportes do país, sendo revisto a cada 4 anos.

O Plano contempla o planejamento estratégico integrado de todos os modos de transporte (rodoviário, ferroviário, aeroviário, dutoviário, navegação de cabotagem e interior), fazendo parte do conceito de Planejamento Integrado de Transportes, que harmoniza e integra diferentes instrumentos para que os níveis de decisão estratégica, tática e operacional sejam exercidos como uma cadeia auto dependente, reduzindo a probabilidade de conflitos e inconsistências, e com o foco no subsídio de iniciativas, programas ou ações também integradas. O PNL se insere no contexto estratégico do planejamento de transportes, identificando ações a serem efetivadas, subsidiando a elaboração dos Planos Táticos Setoriais que disporão de ferramental tecnológico e informacional robusto para a priorização e implantação de ações e projetos com maior assertividade.

 

Planejamento Integrado de Transportes (EPL, 2021)

 

Sua elaboração levou em consideração investimentos de uma séria de empreendimentos. Dos 2700 empreendimentos ou intervenções em infraestrutura de transportes inicialmente mapeados e analisados para incorporação no PNL 2035, 1800 foram selecionados e, deste total, 1700 são empreendimento ou intervenções associados a ações do Governo Federal, sendo 66% executados em parceria com a iniciativa privada, e 34% diretamente pela administração pública. De acordo com o texto, para os portos foram consideradas todas as evoluções previstas nos arrendamentos portuários, as concessões e desestatizações previstas, investimentos em obras nas vias de acesso aquaviário aos portos etc. o que gera um impacto significativo nas capacidades dos portos em cenários futuros.

Os resultados do PNL 2035 são materializados por meio de um sistema de indicadores que permitem a comparação entre diferentes cenários. Entre as projeções, o Plano identificou a necessidade de aportes de capital em infraestrutura de transportes no Brasil da ordem de R$ 730 bilhões no cenário denominado “empreendimentos em andamento”, que leva em conta a manutenção e a finalização de empreendimentos em execução e com orçamento previsto no Plano Plurianual (PPA) 2019-2023 e a implementação dos empreendimentos qualificados no Programa de Parcerias se Investimentos (PPI) até março de 2021. Nesse cenário, R$ 354 bilhões representam gastos com manutenção e os restantes R$ 376 bilhões investimentos, com cerca de 80% desse montante, ou R$ 315 bilhões, sendo proveniente da iniciativa privada, e desses, 80% ou R$ 253 bilhões já se encontram assegurados em contratos de concessão vigentes.

Na média dos cenários simulados, a navegação de cabotagem tende a representar 9,31% da matriz de transportes nacional, embora projetado um crescimento efetivo tonelada por quilômetro útil (TKU) transportada de 56,94% acumulados nos próximos 15 anos. No cenário que considera os efeitos positivos esperados com a BR do MAR, a participação da cabotagem pode chegar a 10,62%, um incremento de 15% da participação da navegação costeira no montante de cargas transportado pelo Brasil.

A íntegra do documento pode ser acessado clicando aqui.

 

 

Fonte:
EMPRESA DE PLANEJAMENTO E LOGÍSTICA (Brasil). Plano Nacional de Logística 2035 (PNL 2035). Brasília: EPL, 2021. Disponível em: https://ontl.epl.gov.br/planejamento-pnl-2035/. Acesso em: 28 out. 2021

Não perca mais nada sobre o mundo da economia do mar.

Receba matérias como essa no seu e-mail sem pagar nada por isso.

ASSINE