A proteção do oceano como forma de combate às mudanças climáticas

Escrito por 

Publicado em 31/10/2021. Última atualização: 03/11/2021.

Imagem de Dimitris Vetsikas por Pixabay 

 

 

Mais de 60% da Terra é coberta pelo oceano. Apenas com esse número já se pode imaginar a importância dos mares e seus ecossistemas para o funcionamento do planeta. Estima-se que as algas e fitoplânctons presentes nessas águas absorvam 25% das emissões de carbono global, um número impressionante se comparado aos 5% de poder de absorção da floresta Amazônica (que, por sinal, está prestes a virar mais uma emissora de CO2).

 

Prezar por um oceano saudável, portanto, é tão importante para a luta contra as mudanças climáticas quanto cuidar das florestas e readaptar as indústrias para o carbono 0.

 

Muitos têm sido os impactos do aquecimento global no oceano. O derretimento das calotas polares, além de diminuir o albedo das regiões polares do planeta e aumentar o nível do mar, também propulsiona a acidificação das águas oceânicas. Com menos reflexão de calor nas zonas polares, a superfície marítima, que outrora estaria congelada, passa a reter temperaturas mais elevadas.

 

Tanto o aquecimento quanto a acidificação influenciam na alteração de correntes marítimas, o que, por sua vez, deturpa a rota migratória de peixes. Dessa forma, diversas comunidades pesqueiras ao redor do mundo que tenham sua base alimentar assegurada por frutos marinhos podem ser (e já estão sendo) prejudicadas pelo aquecimento global.

 

Algumas indústrias marítimas também influenciam as mudanças climáticas. O setor de navegação, por exemplo, é responsável por cerca de 2-3% das emissões globais de gases de efeito estufa (GEE). As plataformas de P&G contribuem, também, com as emissões de GEE, ainda que em menor escala. Felizmente, todas essas áreas da economia do mar já estão tomando medidas para reduzir seus impactos ambientais.

 

Leia sobre o que esses setores têm feito para contribuir com um planeta mais saudável: Conama aprova eletrificação total das plataformas marítimas de P&GO‌ ‌processo‌ ‌de‌ ‌descarbonização‌ ‌do‌ ‌setor‌ ‌de‌ ‌navegação‌.

 

Mudanças que acontecerão em nosso planeta, apenas em relação ao oceano, com um aumento de 1,5°C na temperatura global (em comparação com a média pré-industrial):

 

 

Com a exploração dos oceanos para a produção de combustíveis alternativos aos fósseis (menos poluentes), nota-se que o mar pode ser um aliado maior ainda na luta contra as mudanças climáticas se acompanhado de pesquisas e estudos científicos aprofundados. A geração de energia offshore tem se demonstrado uma excelente saída aos modos de produção elétrica convencionais, sobretudo em meio à crise energética mundial.

 

 

Fonte: SVENSSON, Jonas. Climate change is killing our ocean. In: World Ocean Initiative. [S. l.], 28 set. 2021. Disponível em: https://ocean.economist.com/innovation/articles/climate-change-is-killing-our-oceans. Acesso em: 29 out. 2021.

Não perca mais nada sobre o mundo da economia do mar.

Receba matérias como essa no seu e-mail sem pagar nada por isso.

ASSINE